Olhar Pentecostal analisa ‘O Maior Troféu’ de Damares



Acabou o suspense e agora o novo CD da cantora Damares já está nas principais lojas de Todo Brasil. 'O Maior Troféu' foi pensando em todos os aspectos para agradar o público e, sobretudo, para que o resultado final fosse algo agradável aos olhos de Deus e que pudesse levar a mensagem que Damares gostaria de transmitir.

Mais uma vez o Blog Olhar Pentecostal sai na frente e trás a primeira análise desse tão esperado disco. Confira:

A VIDA VENCEU
A canção que abre o CD versa sobre a morte que, por muitos, é muito temida e destaca que um Homem [Jesus] esteve na terra e conseguiu vencer a morte. A canção também ressalta que esse ato nos tornou mais que vencedores. 

A canção, na minha visão, é bem mediana com um tema manjado e sem muitas novidades. O refrão é bom, mas não tem nada de muito impactante. Os arranjos são muito bons e o back vocal foi bem trabalhado.

O MAIOR TROFÉU
A declamação do início já chama atenção desde o começo. Mesmo que lembre um pouco ‘Sacrifício e Adoração’ a canção se mostra bem diferente e com brilho próprio. A canção surpreende a todos pois no começo fala sobre a exaltação humana quando trata da galeria de vencedores de Deus, mas depois muda antes do refrão e mostra que o Maior Troféu é ter o nome no livro da vida e ter a honra de morar no céu – ou seja, o maior troféu nesse contexto é a salvação.

A canção, com toda certeza, vai cair no gosto popular e mesmo aqueles que esperavam um novo ‘sabor de mel’ vão se render e se apaixonar com essa nova roupagem em letra e melodia. Muito emocionante!

TODO OLHO VERÁ
Instrumentos de sopro dão o ar da graça na introdução dessa faixa. A canção vem no estilo ‘rapidinha animadinha’ e trata sobre o arrebatamento.

O back vocal está forte nessa canção e com os arranjos bem distribuídos no decorrer da faixa dão um brilho a mais na canção. Gostosa de ouvir a mesma fala sobre a volta de Cristo, mas o estilo é mais para se ouvir do que para se cantar!

PODE SER HOJE
A introdução é bem mais séria que as demais canções já apresentadas. A letra é forte e vai ganhando força. A canção fala sobre a preparação e desenvolvimento para um culto, mas o que seria mais um dia comum se transformou no dia da volta de Jesus.

O refrão é um despertamento que nos alerta que a canção pode ser a última, que pode ser a ultima pregação e, sobretudo, reforça que esse pode ser o ultimo dia da igreja na terra. A mensagem reforça que enquanto Jesus não volta devemos nos entregar de corpo em alma para sua adoração até que ele volte com poder e glória.

O que me deixou triste é que o primeiro refrão nos leva a crer que o refrão será impactante e envolvente e na verdade o refrão se torna simples e mesmo tendo uma letra rebuscada torna a canção aquele brilho todo que esperávamos.

A ESSÊNCIA DA ADORAÇÃO
Os arranjos dessa faixa são os mais pesados. O back segue o mesmo ritmo e se mostra bastante trabalhado, entre arranjos e acompanhamento de melodia a canção é uma pentecostal bem diferente das convencionais.

A doação de um verdadeiro adorador e sua dedicação a Deus. A voz da Damares está um pouco diferente nessa canção. A pegada mais forte, rápida e elevação de tom tornam essa canção uma das maiores pentecostais do disco pela seriedade e profundidade da letra em harmonia com os arranjos e backs. Essa canção vai cair nas graças do conjuntos com muita facilidade. Top!

OUÇA

 A DRACMA E SEU DONO (Com Thalles)
O estilo da primeira estrofe e de canções antigas e conta a história da dracma perdida fazendo analogia às pessoas que se distanciam de Deus e tem a oportunidade de voltar aos braços do Pai.

O incrível da canção é ver o ‘louco’ Thalles, acostumado com o pop ao extremo, cantando compassadamente, calmo e incluindo o pentecostal em sua interpretação.

A canção é emocionante, mas tem bastante de pop na mesma. A faixa tem uma letra bíblica em comparação ao desviado da atualidade que é de encher os olhos. A canção pode ser considerada simples, mas tem brilho próprio e isso não se pode negar!

ADORADOR
A canção tem horas leves e horas mais pesadas e fala sobre o adorador que não se vende e que adora em espirito e em verdade.

Com partes mais rebuscadas na melodia e com arranjos bem inovadores a canção se mostra muito bela e com boas elevações e desenvolvimento que chamam atenção.

Mais uma vez a fraqueza da faixa ficou por conta do refrão muito simples. Os arranjos se superaram e inclusão e distribuição do back são incríveis e um declamação final torna faixa mais próxima do ouvinte e a deixa mais espiritual.

VOCÊ MAIS DEUS
Mais uma vez é possível perceber uma voz mais aveludada o que deve ser resultado da mixagem feita nos Estados Unidos, ou seja, investimento em qualidade sonora.

Essa canção é bem pentecostal e tem no refrão o típico estilo da canção pentecostal. Com back forte e uma letra que ganhando força e velocidade. ‘Você com Deus é maioria’ fala sobre a confiança em Deus e o poder que Ele tem de nos fazer triunfar sobre as dificuldades da vida e, desta forma, vencer todos os obstáculos.

Um novo trecho no final dá um destaque maior ainda para essa canção que, mesmo tendo algo de pop tem a essência pentecostal.

SOU TEU DEUS
Começo singelo em forma de oração cantada. O sofrimento em potencial é descrito de forma que parece nossa história contada. Ganhando força a canção chega ao refrão e passa a ser Deus falando com seu filho trazendo uma mensagem de refrigério e perseverança nos ensinando que Deus tudo pode e que ele tem o poder de mudar toda situação.
Estilo bem manjado, mas tem na letra seu maior destaque porque o clima espiritual toma conta!
ALTO PREÇO
Essa canção é uma lição de vida e nos ensina que quando pensamos em desistir devemos lembrar que quem morreu por nós. Essa canção é mais uma típica representante do verdadeiro pentecostal com refrão bem trabalhado no back vocal e com a bateria dando show de musicalidade.

O preço que temos que pagar para que um dia possamos morar no céu é descrito na faixa que ressalta nossa vitória em Cristo! A distribuição da canção ficou bem harmônica pois trabalho a melodia com arranjos simples e mais pesados colocados de forma estratégia que deixou a faixa impecável.

TEMPORAL DE PODER
Desde o título já percebemos que a canção vem bem pentecostal. A letra e melodia são bem rebuscadas na questão pentecostal raiz fazendo uma analogia a raios e trovões como sendo a representação do poder de Deus.

Depois de uma boa introdução e uma primeira estrofe a canção, na minha opinião perdeu e muito, porque falar da velocidade do vento de Deus ir aumentando como se um marcador de veiculo deixou a faixa um tanto quando ficcional e até mesmo infantil. Depois dessa parte a faixa perdeu a graça pra mim, mas há quem gostou muito e achou bem inovadora!
A ORAÇÃO DE JABES
Para alegrar os que gostam de canções com contexto bíblico temos no disco mais uma história cantada.

A oração e desejos de Jabes é contada aos poucos e versa sobre a busca pela face de Deus e no atendimento do Todo Poderoso ao pedido sincero de alguém que agrada a Deus. A canção é muito boa de se ouvir! Os arranjos e backs apostam na simplicidade para conquistar.

DAVI OU MICAL
Eis que surge o tão esperado, por muitos, forrózinho do reteté. O estilo é bem tradicional com introdução compassada até se chegar ao refrão onde os instrumentos ganham mais ritmo, força e se tornam o verdadeiro ‘forró santo’.

Esse tipo de faixa é bem complicado de analisar porque tem um estilo próprio que agrada alguns e a outros não – quase não tendo meio termo. Canções nesse estilo costumam só mudar de letra porque de resto é tudo igual sem novidade.

TÔ NA ESTRADA
Essa tem um pouco de sertanejo com pop e pentecostal. Animada, com letra e melodia contagiante é quase impossível não gostar dessa faixa. Ouvindo essa faixa ela nos faz pensar que essa canção seria bem a cara de André e Felipe!

Contagiante, alegra e animada faz dessa canção, mesmo sem ser o pentecostal raiz, uma das melhores faixas do disco pela emoção que a torna gostosa  de ouvir e merece muitos replays. Top!

Confira essa faixa clicando AQUI

CELEBRANDO A VIDA (Com Jotta A, Brena e Anderson Freire)
De inicio essa faixa nos faz lembrar de ‘Tudo Novo’ e outras canções que costumavam encerrar os discos de Cassiane. 

O back canta e muito nessa faixa.A letra é altamente aprofundada na comunhão da igreja falando sobre o amor de Deus. 

Entre as participações vemos que Jotta A está mais calmo e vendo que não adianta ficar gritando e fazendo firulas e sim – cantando! Brenda também se mostrou bem calma na faixa, mas mostrou a que veio com sua bela voz. Já Anderson Freire mostrou sua potencia com muita beleza! Temos a impressão de que todos os participantes deram um show de interpretação, mas não ofuscaram o brilho da cantora que nesse caso é Damares! Gostei disso!

A risada de Damares no final da canção encerrou o disco em alto estilo!

P.S: Uma linda faixa é bônus e está disponível no itunes. Confira a canção 'Sonhe' clicando AQUI!

CONCLUSÃO
O novo CD de Damares veio bem diferente dos outros, ou seja, ela cumpriu o que disse em relação a isso.

Percebemos que o pop ficou bem evidenciado em todas as canções e talvez isso deixe alguns fãs frustrados já que nesse aspecto de estilo ela vinha fazendo um ótimo trabalho.

O fato de não ter Agailton Silva no CD também poderá assustar, de início. Mas a beleza das letras do disco poderá compensar essa falta.  Ainda falando em falta a exclusão de faixas ao estilo ‘Sabor de Mel’ será, por um lado comemorada e por outra criticada. Alguns dizem que não se deve mexer em time que está ganhando, por outro lado não seria legal ficar ouvindo cópias e mais cópias de um grande sucesso – é preciso inovar - Ela inovou e está de parabéns!

Percebemos que nenhuma faixa teve uma grande introdução como em ‘Apocalipse’ e ‘Fim dos Tempos’ e realmente achei falta porque era gostoso de ouvir e sentir a potencia e criatividade dos maestros. Todavia os arranjos de Melk e Emerson são dignos de altos elogios e o back vocal, por sua vez, dispensa comentários – impecável!

As letras são de grande aprofundamento espiritual, bíblico e sentimental e esse é o ponto forte da obra como um todo!

Como alguns pediram vou incluir minha opinião sobre o disco. Achei um pouco fraco na comparação com a qualidade de repertório que teve 'Apocalipse' e 'Diamante'. As canção são, na maioria, medianas e sem aquela força toda que estávamos aguardando. Os refrões curtos deixaram as canções com pouco brilho. O lado espiritual das mensagens se tornam o mais chamativo do disco. Na minha opinião o repertório ficou fraco no quesito canções pentecostais impactantes.

Como gosto não se discute tenho certeza que muitos amarão o disco e outros nem tanto. Alguns poderão julgar esse CD como o melhor do ano. Mas na minha opinião Anderson Freire com ‘Raridade’ ainda é o melhor de 2013!

As minhas preferidas do disco são:

O maior Troféu, Você mais Deus, A Essência da Adoração, Alto Preço e Tô na Estrada.

Tiago Terciott l Blog Olhar Pentecostal

Um comentário sobre “Olhar Pentecostal analisa ‘O Maior Troféu’ de Damares

  1. Bonito, espitiritual, mas as letras deixaram a desejar. Amo Damares. Mas a verdade é esta faltou letras fortes e impactantes, Maior Troféu é uma música bonita, mas não chega ser forte do tipo que implaca. Muitas estrelas pouco brilho. Temporal de Poder deixou a desejar o título é forte a música as vezes parece ser inventada sem essência especial, mas eu amo Damares, acho que foi essa mudança brusca pop ta longe de agradar os pentecas. não precisa falar é so olhar o exemplo das outras e seguir ou não seguir, mas com tudo. Parabéns. Apocalipse foi excelente, apesar de Diamante n ter superado foi ótimo, lindo músicas fortes o maior troféu deixou a desejar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>