Tagged: Olhar Pentecostal

0

Confira a capa do novo CD de Bruna Karla

A capa  do mais novo trabalho inédito da cantora Bruna Karla foi divulgada pela presidente do grupo MK, Yvelise de Oliveira, e de cara agradou o público. 
Com bastante brilho azul e uma pose bem bacana acredito que o resultado final tenha sido a melhor capa de Bruna Karla – tem até cara de capa internacional!

O problema ficou no título que não combina com nada da capa, aliás, esse título não combinaria com nenhuma capa. O título precisaria ser mais bonito e, de preferência, algo neutro que se encaixasse com a capa.

A expectativa é que o CD esteja nas lojas de todo Brasil no mês que vem! A capa ficou muito boa, agora é esperar para ver o conteúdo.

Tiago Terciotty l Olhar Pentecostal

0

Confira a capa do novo CD de Bruna Karla

A capa  do mais novo trabalho inédito da cantora Bruna Karla foi divulgada pela presidente do grupo MK, Yvelise de Oliveira, e de cara agradou o público. 
Com bastante brilho azul e uma pose bem bacana acredito que o resultado final tenha sido a melhor capa de Bruna Karla – tem até cara de capa internacional!

O problema ficou no título que não combina com nada da capa, aliás, esse título não combinaria com nenhuma capa. O título precisaria ser mais bonito e, de preferência, algo neutro que se encaixasse com a capa.

A expectativa é que o CD esteja nas lojas de todo Brasil no mês que vem! A capa ficou muito boa, agora é esperar para ver o conteúdo.

Tiago Terciotty l Olhar Pentecostal

0

Olhar Pentecostal analisa ‘Na Tua Vontade’ de Vanilda Bordieri

O novo CD da cantora Vanilda Bordieri se tornou a grata surpresa do ano. ‘Na Tua Vontade’ veio para resgatar o pentecostal que o público gosta de ouvir e cantar. A junção de boas canções, com boa interpretação, participações especiais e arranjos bem elaborados faz desse um dos melhores trabalhos da cantora.


Sem perder tempo vamos agora para a análise desse CD:
A Minha descendência (Vanilda Bordieri e Leandro Borges):
Cantada em primeira pessoa, essa canção é apresentada em tom profético declarando que a fidelidade com Deus fará com que as bênçãos sobre a sua vida sejam vistas e refletida na sua descendência.


A faixa tem uma boa desenvoltura e conta com bons arranjos, porém contidos, sem firulas e nem exageros. Embora tenha uma beleza particular essa canção não entra para a lista das melhores por ser, na minha opinião, mediana demais para o nível pentecostal que sempre esperamos de Vanilda Bordieri.


Viverei Milagres (Felipe Farkas):
A faixa já se tornou o principal single do disco e tem cumprido muito bem essa missão. A letra destaca duas histórias bíblicas e ressalta que o milagre aconteceu com aqueles que usaram a fé e usa no refrão a fé para declarar que ‘viverei milagres’. Essa canção conta com a participação da cantora Bruna Paula e o dueto ficou muito bom.


Logo de início a canção apresenta o refrão e mostra que algo forte esta por vir. Eu vejo que a canção tem uma boa estrutura, mas é a partir da segunda estrofe que a mesma mostra sua verdadeira identidade, além de mostrar mais autoridade nas vozes das cantoras.


Tecnicamente a canção já seria boa, porém sem algo expressamente marcante, se ela encerrasse com duas estrofes e o coro, mas a parte final faz dessa uma faixa impactante e memorável. A inserção do trecho ‘seja curado, seja renovado’ alcança o ápice do estilo pentecostal e ainda é cantado com autoridade e em tom profético. Não há como não se arrepiar, é claro que a unção de quem canta faz toda diferença. Essa é uma ótima faixa para conjuntos de jovens – regentes não percam tempo.

Na Tua Vontade (Nikolas Ribeiro):
Embora fuja daquele estilo altamente pentecostal (do fogo,rs) que estamos acostumados a ouvir quando se trata de Vanilda, acredito que a canção que da título ao CD tem sua beleza por ser cantada em forma de oração. A mesma traz uma grande e difícil missão: vencer nosso egoísmo e acreditar nos sonhos que Deus tem pra nós.


O refrão é muito bom e os arranjos vocais da cantora no meio da faixa também ficaram bons. O back vocal e os arranjos ganham força da metade para o final e tornam a faixa mais marcante. ’Na Tua Vontade’ tem tudo para se tornar a oração de muitas pessoas.

Coral das Mulheres (Vanilda Bordieri):
Já começo dizendo que assim como aconteceu com ‘milhares de mulheres’ essa é uma canção que estará nos principais círculos de oração por todo Brasil. A melodia é boa e os estrofes exploram as vozes de 11 mulheres que cantam juntamente com Vanilda. A inserção do trecho ‘Deus está aqui’ conseguiu dar um brilho ainda maior para a canção. 


As mulheres que mostram suas vozes nessa faixa são: Kézia Oliveira (Belém/PA), Fernanda Souza (Lorena/SP), Victória Nascimento (Goiânia/GO), Helen Cristina (Itamonte/MG), Jamile Ávila (Carapicuíba/SP), Cinthya Farias (São Paulo/SP), Wanessa Venâncio (Pindamonhangaba/SP), Kesia Mara (Marialva/PR), Simone Barboza (Itu/SP), Sara Dantas (Pauini/AM) e Alice Zillá (Guarulhos/SP).


Respeita (Vanilda Bordieri e Leandro Borges):
A faixa é reflexiva e destaca a necessidade que temos de respeitar quem está lutando para chegar onde já chegamos. Costumo dizer que essa faixa é um choque de realidade para quebra de orgulho. Deus te colocou onde você está e a bênção que Ele te deu foi para abençoar e mesmo que você não acredite no sonho do seu irmão, ao menos o respeite. Não a considero uma faixa para conjuntos, acredito que seja mais para reflexão.

Descanso em Ti (Leandro Borges):
Acredito que essa faixa vá direto para a lista das melhores do disco pois tem todos elementos para ser hit: letra boa, melodia que gruda na mente e back equilibrado que vai ganhando força com os arranjos.

Essa é mais uma boa canção para conjuntos e destaca o poder e a magnitude de Deus. Na minha opinião a faixa só não ficou mais top porque a ponte (trecho inserido no final) ficou muito razoável e poderia ter sido aproveitado com um arranjo mais pesado e com back ainda mais forte. Merece muitos replays.

Os sete mil (Moises Cleyton):
A faixa relata a história dos sete mil que permaneceram fiéis e não se renderam diante das ofertas e depois contextualiza a passagem declarando que ‘eu sou um dos sete mil’ que confiam nas promessas e querem ver o mover de Deus sobre o nosso país.

A faixa conta com a participação de Moisés Cleyton e tem seu destaque principalmente pelos arranjos e pelo perfeito encaixe das vozes dos cantores. Essa canção tem cara de música para encerramento de congressos em clima de comunhão.

Não serei capaz (Vanilda Bordieri):
Essa é mais uma canção cantada em forma de oração onde a cantora declara nossa fraqueza diante de Deus e como somos dependentes d’Ele. A letra esta boa e a cantora mostrou que também alcança notas bem altas, mas tirando isso me parece que faltou algo, sem contar que em alguns momentos a faixa está contida e em outros ela está muito carregada – me cansou um pouco ouvir a faixa inteira.

O que é isso ? (Leandro Borges):
A sacada de abordar esse tema já é algo pra lá de elogiável. Ver muitos cristãos que só sabem criticar ao invés de participar da bênção é algo infelizmente comum em nosso tempo. 


As estrofes com perguntas e respostas ficaram excelentes e o refrão trouxe o pedido de liberdade para a adoração pessoal. Com arranjos fortes e bem distribuídos essa faixa vai direto para a lista das melhores do CD e tem tudo para ser um grande sucesso em todas as igrejas. Vemos que a dobradinha que começou no CD do Leandro com a canção ‘Cresça’ tem dado muito certo.
Deus vai fazer (Vanilda Bordieri):
Essa canção já chega chegando. O refrão é apresentado logo de cara e também é logo de cara que a emoção, a reflexão e a fé entram em ação. Declarando que Deus vai fazer aquilo que você não pode fazer, Vanilda canta e nos ensina que Deus está do nosso lado, desejando o nosso melhor e sempre pronto para agir diante das nossas limitações.


Essa faixa é altamente recomendada para ser ouvida quando tudo parecer impossível. Difícil é conter as lágrimas. Achei profunda e especial. Os arranjos ficaram muito bons, o back comportado deu a sutileza necessária. Merece replays.
2 Timóteo 3 (Vanilda Bordieri):
A letra e os arranjos dão o tom sério desse tema pesado, destacando o que a bíblia diz sobre os maus dias que viveríamos na terra. Em tom de revelação e despertamento a faixa exorta e ainda ressalta que mesmo nos dias maus não se acabarão os que permanecem fiéis vivendo em adoração. Embora tenha uma letra verdadeira e de certo modo até chocante, receio em dizer que a faixa não me agradou no refrão que ficou extenso e com muitas repetições de algumas frases.
Os doze (André Buenno):
Eis que tem início uma boa música pentecostal que te agradar os amantes desse estilo. O enredo apresenta uma versão inovadora que mescla a traição de Judas, a vitória sobre a cruz e a fidelidade dos discípulos que viram Jesus ressuscitado e depois apresenta a igreja no mesmo contexto dos discípulos que permaneceram fiéis.


A melodia é muito boa e algumas partes arrepiam ao unirem a letra, o back e arranjos mais fortes como em ‘doze homens naquela mesa’ e também na parte ‘porém os 11 viram ressuscitado o filho de Deus’. 
Quando a faixa chega na parte ‘mas a igreja adora em fidelidade…’ a canção se torna ainda mais forte.

No conjunto total da obra essa foi uma das que mais gostei. Os arranjos ficaram surpreendentes e já a considero essa a melhor composição de André Buenno.
E como a letra fala de Jesus e os discípulos muita gente já lembra do culto de santa ceia. Eu, particularmente, gostaria que as pessoas destematizassem canções sobre a cruz e a cantassem em qualquer oportunidade – acredito que esse assunto deve ser difundido a todo momento.
 
Que som é esse? (Claudio Louvor):
A faixa começa parecendo que será apenas mais uma, mas de repente Vanilda faz uma introdução destacando que o tema central será o muro de Jericó, a partir deste momento os instrumentos de sopro ganham notoriedade, criando uma analogia mais 
do que aceitável uma vez que foi por som de trombetas que a muralha veio ao chão.

A faixa tem um desenvolvimento elogiável pois conta a história de forma rápida e direta. A melodia e os arranjos nos fazem lembrar canções antigas do pentecostal tradicional e também é a cara do círculo de oração.

A segunda parte da faixa traz o contexto bíblico para nossa atualidade, ressaltando a vitória daquele que serve a Deus. O interessante é que a inserção do termo ‘hahahaha’ que poderia deixar a faixa com um tom infantil conseguiu efeito contrário e se tornou o diferencial da mesma. Gostei. O produtor Ronny Barboza fez um excelente trabalho nessa faixa. Parabéns!
Falando em Milagres (Vanilda Bordieri e Rogério jr.):
Já começo dizendo que amei essa canção. Forte, impactante e emocionante.
Primeiro que a sacada de imaginar um diálogo entre a mulher do fluxo de sangue com a filha de Jairo foi algo incrível. Quando a faixa traz a ideia do duplo milagre para nossa realidade a emoção toma conta e ressalta que o milagre vai marcar a nossa história. A faixa ganha força e vai arrepiando até o final do refrão declarando que alguns tocam em Jesus enquanto Ele toca em outros liberando milagres para todos.


Ronny arrasou nos arranjos e deixou a faixa marcante sem ficar cansativa.
Acho tão boa que na minha opinião essa faixa poderia chegar tranquilamente nos sete minutos de duração resgatando o trecho ‘é assim do mesmo jeito, é aqui hoje’ que eu não acharia nenhum pouco ruim. Ouvi essa faixa várias vezes seguidas.

Em festa (Vanilda Bordieri):
Faixa animada, pra cima e com clima de comunhão. Com arranjos e melodia alegres essa faixa quebra o clima da seriedade e apresenta algo mais descontraído.
A faixa versa sobre adoração e declara que a festa é de Deus. É uma boa canção e tem muito cara de música para abertura de DVD (fica a dica Musile,rs).

Força do Amor (Vanilda Bordieri):
Primeira canção romântica do ministério de Vanilda Bordieri. A faixa é leve e profunda, mostrando o lado mais singelo de um sentimento recíproco. Uma canção que já se tornou trilha sonora de muitos amores. Viva o amor…

CONCLUSÃO:

Na Tua Vontade é um CD que criou as mais diversas expectativas. Ressalto como grande trunfo o fato do conteúdo ser infinitamente superior a capa e o encarte que ficaram na simplicidade. 

O conteúdo, por sua vez, mostrou um dos repertórios mais pentecostais do ministério de Vanilda Bordieri desde o CD ‘Som do Meu Povo’. Os temas bíblicos e o desenvolvimento de cada canção foram excelentes, sem contar nos arranjos – Ronny Barboza tem feito um grande trabalho e tem conseguido uma evolução encantadora em suas produções.

Em comparação aos CDs de Vanilda lançados pela Musile (Aliança) já considero esse o melhor de todos. Acredito que ‘Na Tua Vontade’ já chega para marcar o ano como um dos, senão, o melhor pentecostal de 2014.

Na minha opinião as 5 melhores canções do CD são:
‘Descanso em Ti’, ‘Viverei Milagres’, ‘O que é isso?’, ‘Falando em Milagres’ e ‘Os Doze’.

Tiago Terciotty l Olhar Pentecostal

0

Olhar Pentecostal analisa ‘Na Tua Vontade’ de Vanilda Bordieri

O novo CD da cantora Vanilda Bordieri se tornou a grata surpresa do ano. ‘Na Tua Vontade’ veio para resgatar o pentecostal que o público gosta de ouvir e cantar. A junção de boas canções, com boa interpretação, participações especiais e arranjos bem elaborados faz desse um dos melhores trabalhos da cantora.


Sem perder tempo vamos agora para a análise desse CD:
A Minha descendência (Vanilda Bordieri e Leandro Borges):
Cantada em primeira pessoa, essa canção é apresentada em tom profético declarando que a fidelidade com Deus fará com que as bênçãos sobre a sua vida sejam vistas e refletida na sua descendência.


A faixa tem uma boa desenvoltura e conta com bons arranjos, porém contidos, sem firulas e nem exageros. Embora tenha uma beleza particular essa canção não entra para a lista das melhores por ser, na minha opinião, mediana demais para o nível pentecostal que sempre esperamos de Vanilda Bordieri.


Viverei Milagres (Felipe Farkas):
A faixa já se tornou o principal single do disco e tem cumprido muito bem essa missão. A letra destaca duas histórias bíblicas e ressalta que o milagre aconteceu com aqueles que usaram a fé e usa no refrão a fé para declarar que ‘viverei milagres’. Essa canção conta com a participação da cantora Bruna Paula e o dueto ficou muito bom.


Logo de início a canção apresenta o refrão e mostra que algo forte esta por vir. Eu vejo que a canção tem uma boa estrutura, mas é a partir da segunda estrofe que a mesma mostra sua verdadeira identidade, além de mostrar mais autoridade nas vozes das cantoras.


Tecnicamente a canção já seria boa, porém sem algo expressamente marcante, se ela encerrasse com duas estrofes e o coro, mas a parte final faz dessa uma faixa impactante e memorável. A inserção do trecho ‘seja curado, seja renovado’ alcança o ápice do estilo pentecostal e ainda é cantado com autoridade e em tom profético. Não há como não se arrepiar, é claro que a unção de quem canta faz toda diferença. Essa é uma ótima faixa para conjuntos de jovens – regentes não percam tempo.

Na Tua Vontade (Nikolas Ribeiro):
Embora fuja daquele estilo altamente pentecostal (do fogo,rs) que estamos acostumados a ouvir quando se trata de Vanilda, acredito que a canção que da título ao CD tem sua beleza por ser cantada em forma de oração. A mesma traz uma grande e difícil missão: vencer nosso egoísmo e acreditar nos sonhos que Deus tem pra nós.


O refrão é muito bom e os arranjos vocais da cantora no meio da faixa também ficaram bons. O back vocal e os arranjos ganham força da metade para o final e tornam a faixa mais marcante. ’Na Tua Vontade’ tem tudo para se tornar a oração de muitas pessoas.

Coral das Mulheres (Vanilda Bordieri):
Já começo dizendo que assim como aconteceu com ‘milhares de mulheres’ essa é uma canção que estará nos principais círculos de oração por todo Brasil. A melodia é boa e os estrofes exploram as vozes de 11 mulheres que cantam juntamente com Vanilda. A inserção do trecho ‘Deus está aqui’ conseguiu dar um brilho ainda maior para a canção. 


As mulheres que mostram suas vozes nessa faixa são: Kézia Oliveira (Belém/PA), Fernanda Souza (Lorena/SP), Victória Nascimento (Goiânia/GO), Helen Cristina (Itamonte/MG), Jamile Ávila (Carapicuíba/SP), Cinthya Farias (São Paulo/SP), Wanessa Venâncio (Pindamonhangaba/SP), Kesia Mara (Marialva/PR), Simone Barboza (Itu/SP), Sara Dantas (Pauini/AM) e Alice Zillá (Guarulhos/SP).


Respeita (Vanilda Bordieri e Leandro Borges):
A faixa é reflexiva e destaca a necessidade que temos de respeitar quem está lutando para chegar onde já chegamos. Costumo dizer que essa faixa é um choque de realidade para quebra de orgulho. Deus te colocou onde você está e a bênção que Ele te deu foi para abençoar e mesmo que você não acredite no sonho do seu irmão, ao menos o respeite. Não a considero uma faixa para conjuntos, acredito que seja mais para reflexão.

Descanso em Ti (Leandro Borges):
Acredito que essa faixa vá direto para a lista das melhores do disco pois tem todos elementos para ser hit: letra boa, melodia que gruda na mente e back equilibrado que vai ganhando força com os arranjos.

Essa é mais uma boa canção para conjuntos e destaca o poder e a magnitude de Deus. Na minha opinião a faixa só não ficou mais top porque a ponte (trecho inserido no final) ficou muito razoável e poderia ter sido aproveitado com um arranjo mais pesado e com back ainda mais forte. Merece muitos replays.

Os sete mil (Moises Cleyton):
A faixa relata a história dos sete mil que permaneceram fiéis e não se renderam diante das ofertas e depois contextualiza a passagem declarando que ‘eu sou um dos sete mil’ que confiam nas promessas e querem ver o mover de Deus sobre o nosso país.

A faixa conta com a participação de Moisés Cleyton e tem seu destaque principalmente pelos arranjos e pelo perfeito encaixe das vozes dos cantores. Essa canção tem cara de música para encerramento de congressos em clima de comunhão.

Não serei capaz (Vanilda Bordieri):
Essa é mais uma canção cantada em forma de oração onde a cantora declara nossa fraqueza diante de Deus e como somos dependentes d’Ele. A letra esta boa e a cantora mostrou que também alcança notas bem altas, mas tirando isso me parece que faltou algo, sem contar que em alguns momentos a faixa está contida e em outros ela está muito carregada – me cansou um pouco ouvir a faixa inteira.

O que é isso ? (Leandro Borges):
A sacada de abordar esse tema já é algo pra lá de elogiável. Ver muitos cristãos que só sabem criticar ao invés de participar da bênção é algo infelizmente comum em nosso tempo. 


As estrofes com perguntas e respostas ficaram excelentes e o refrão trouxe o pedido de liberdade para a adoração pessoal. Com arranjos fortes e bem distribuídos essa faixa vai direto para a lista das melhores do CD e tem tudo para ser um grande sucesso em todas as igrejas. Vemos que a dobradinha que começou no CD do Leandro com a canção ‘Cresça’ tem dado muito certo.
Deus vai fazer (Vanilda Bordieri):
Essa canção já chega chegando. O refrão é apresentado logo de cara e também é logo de cara que a emoção, a reflexão e a fé entram em ação. Declarando que Deus vai fazer aquilo que você não pode fazer, Vanilda canta e nos ensina que Deus está do nosso lado, desejando o nosso melhor e sempre pronto para agir diante das nossas limitações.


Essa faixa é altamente recomendada para ser ouvida quando tudo parecer impossível. Difícil é conter as lágrimas. Achei profunda e especial. Os arranjos ficaram muito bons, o back comportado deu a sutileza necessária. Merece replays.
2 Timóteo 3 (Vanilda Bordieri):
A letra e os arranjos dão o tom sério desse tema pesado, destacando o que a bíblia diz sobre os maus dias que viveríamos na terra. Em tom de revelação e despertamento a faixa exorta e ainda ressalta que mesmo nos dias maus não se acabarão os que permanecem fiéis vivendo em adoração. Embora tenha uma letra verdadeira e de certo modo até chocante, receio em dizer que a faixa não me agradou no refrão que ficou extenso e com muitas repetições de algumas frases.
Os doze (André Buenno):
Eis que tem início uma boa música pentecostal que te agradar os amantes desse estilo. O enredo apresenta uma versão inovadora que mescla a traição de Judas, a vitória sobre a cruz e a fidelidade dos discípulos que viram Jesus ressuscitado e depois apresenta a igreja no mesmo contexto dos discípulos que permaneceram fiéis.


A melodia é muito boa e algumas partes arrepiam ao unirem a letra, o back e arranjos mais fortes como em ‘doze homens naquela mesa’ e também na parte ‘porém os 11 viram ressuscitado o filho de Deus’. 
Quando a faixa chega na parte ‘mas a igreja adora em fidelidade…’ a canção se torna ainda mais forte.

No conjunto total da obra essa foi uma das que mais gostei. Os arranjos ficaram surpreendentes e já a considero essa a melhor composição de André Buenno.
E como a letra fala de Jesus e os discípulos muita gente já lembra do culto de santa ceia. Eu, particularmente, gostaria que as pessoas destematizassem canções sobre a cruz e a cantassem em qualquer oportunidade – acredito que esse assunto deve ser difundido a todo momento.
 
Que som é esse? (Claudio Louvor):
A faixa começa parecendo que será apenas mais uma, mas de repente Vanilda faz uma introdução destacando que o tema central será o muro de Jericó, a partir deste momento os instrumentos de sopro ganham notoriedade, criando uma analogia mais 
do que aceitável uma vez que foi por som de trombetas que a muralha veio ao chão.

A faixa tem um desenvolvimento elogiável pois conta a história de forma rápida e direta. A melodia e os arranjos nos fazem lembrar canções antigas do pentecostal tradicional e também é a cara do círculo de oração.

A segunda parte da faixa traz o contexto bíblico para nossa atualidade, ressaltando a vitória daquele que serve a Deus. O interessante é que a inserção do termo ‘hahahaha’ que poderia deixar a faixa com um tom infantil conseguiu efeito contrário e se tornou o diferencial da mesma. Gostei. O produtor Ronny Barboza fez um excelente trabalho nessa faixa. Parabéns!
Falando em Milagres (Vanilda Bordieri e Rogério jr.):
Já começo dizendo que amei essa canção. Forte, impactante e emocionante.
Primeiro que a sacada de imaginar um diálogo entre a mulher do fluxo de sangue com a filha de Jairo foi algo incrível. Quando a faixa traz a ideia do duplo milagre para nossa realidade a emoção toma conta e ressalta que o milagre vai marcar a nossa história. A faixa ganha força e vai arrepiando até o final do refrão declarando que alguns tocam em Jesus enquanto Ele toca em outros liberando milagres para todos.


Ronny arrasou nos arranjos e deixou a faixa marcante sem ficar cansativa.
Acho tão boa que na minha opinião essa faixa poderia chegar tranquilamente nos sete minutos de duração resgatando o trecho ‘é assim do mesmo jeito, é aqui hoje’ que eu não acharia nenhum pouco ruim. Ouvi essa faixa várias vezes seguidas.

Em festa (Vanilda Bordieri):
Faixa animada, pra cima e com clima de comunhão. Com arranjos e melodia alegres essa faixa quebra o clima da seriedade e apresenta algo mais descontraído.
A faixa versa sobre adoração e declara que a festa é de Deus. É uma boa canção e tem muito cara de música para abertura de DVD (fica a dica Musile,rs).

Força do Amor (Vanilda Bordieri):
Primeira canção romântica do ministério de Vanilda Bordieri. A faixa é leve e profunda, mostrando o lado mais singelo de um sentimento recíproco. Uma canção que já se tornou trilha sonora de muitos amores. Viva o amor…

CONCLUSÃO:

Na Tua Vontade é um CD que criou as mais diversas expectativas. Ressalto como grande trunfo o fato do conteúdo ser infinitamente superior a capa e o encarte que ficaram na simplicidade. 

O conteúdo, por sua vez, mostrou um dos repertórios mais pentecostais do ministério de Vanilda Bordieri desde o CD ‘Som do Meu Povo’. Os temas bíblicos e o desenvolvimento de cada canção foram excelentes, sem contar nos arranjos – Ronny Barboza tem feito um grande trabalho e tem conseguido uma evolução encantadora em suas produções.

Em comparação aos CDs de Vanilda lançados pela Musile (Aliança) já considero esse o melhor de todos. Acredito que ‘Na Tua Vontade’ já chega para marcar o ano como um dos, senão, o melhor pentecostal de 2014.

Na minha opinião as 5 melhores canções do CD são:
‘Descanso em Ti’, ‘Viverei Milagres’, ‘O que é isso?’, ‘Falando em Milagres’ e ‘Os Doze’.

Tiago Terciotty l Olhar Pentecostal

0

Surgem indícios do novo CD de Elaine de Jesus

Ao que tudo indica a cantora Elaine de Jesus já está trabalhando na produção do seu novo CD. Essa semana foi divulgado nas redes sociais um vídeo com a cantora já louvando um hino desse novo projeto.

“Louvor sem fim” foi uma surpresa até para os maiores fãs da cantora. Como todos já sabem Elaine havia anunciado que estava selecionando repertório para seu novo CD, não se esperava que a produção estivesse tão avançada.


Elaine, que ainda trabalha na divulgação do seu DVD pela Sony Music está focada no novo trabalho e também anunciou que pretende gravar com três produtores. A expectativa é grande em torno desse  trabalho e o que todos esperam é que a cantora siga no pentecostal como carro chefe.

Ainda não foram divulgados os detalhes sobre esse projeto, mas vamos aguardar!!

Fonte: Gospel Channel com Olhar Pentecostal

0

Surgem indícios do novo CD de Elaine de Jesus

Ao que tudo indica a cantora Elaine de Jesus já está trabalhando na produção do seu novo CD. Essa semana foi divulgado nas redes sociais um vídeo com a cantora já louvando um hino desse novo projeto.

“Louvor sem fim” foi uma surpresa até para os maiores fãs da cantora. Como todos já sabem Elaine havia anunciado que estava selecionando repertório para seu novo CD, não se esperava que a produção estivesse tão avançada.


Elaine, que ainda trabalha na divulgação do seu DVD pela Sony Music está focada no novo trabalho e também anunciou que pretende gravar com três produtores. A expectativa é grande em torno desse  trabalho e o que todos esperam é que a cantora siga no pentecostal como carro chefe.

Ainda não foram divulgados os detalhes sobre esse projeto, mas vamos aguardar!!

Fonte: Gospel Channel com Olhar Pentecostal

0

Deus no controle é o nome do novo CD de Eyshila

Uma grande notícia para os admiradores do ministério de Eyshila que estavam ansiosos para conhecer mais detalhes sobre o seu próximo álbum pela Central Gospel Music. Já está confirmado o nome do seu novo CD, Deus no controle, que tem previsão de lançamento para o final deste ano.

Produzido por Paulo César Baruk, o álbum foi gravado em Nashville, EUA, e promete trazer novos elementos musicais, apesar de manter o estilo de canções congregacionais de intensa adoração a Deus, marca de Eyshila, além de possuir composições de sua própria autoria.

Deus no controle está na fase final de produção e em pouco tempo já irá para a fábrica. Fique ligado que em breve divulgaremos outras novidades.


Fonte: Assessoria

0

Deus no controle é o nome do novo CD de Eyshila

Uma grande notícia para os admiradores do ministério de Eyshila que estavam ansiosos para conhecer mais detalhes sobre o seu próximo álbum pela Central Gospel Music. Já está confirmado o nome do seu novo CD, Deus no controle, que tem previsão de lançamento para o final deste ano.

Produzido por Paulo César Baruk, o álbum foi gravado em Nashville, EUA, e promete trazer novos elementos musicais, apesar de manter o estilo de canções congregacionais de intensa adoração a Deus, marca de Eyshila, além de possuir composições de sua própria autoria.

Deus no controle está na fase final de produção e em pouco tempo já irá para a fábrica. Fique ligado que em breve divulgaremos outras novidades.


Fonte: Assessoria

0

Já estão no ar os novos clipes de Jozyanne

Agora todos podem conferir as produções audiovisuais realizadas nos videoclipes das canções ‘Se Eu Não Conseguir Falar’ e ‘Ao Som do Teu Louvor’, presentes no novo álbum da cantora Jozyanne, Esperança.
O clipe da música ‘Se Eu Não Conseguir Falar’ retrata fielmente a história de cura vivida pela cantora nos últimos tempos. Já ‘Ao Som do Teu Louvor’ foi gravada em um belo cenário na cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro, no alto de uma montanha. 
A direção dos trabalhos é assinada por Vlad Aguiar.
Confira:
Fonte: Assessoria

0

Já estão no ar os novos clipes de Jozyanne

Agora todos podem conferir as produções audiovisuais realizadas nos videoclipes das canções ‘Se Eu Não Conseguir Falar’ e ‘Ao Som do Teu Louvor’, presentes no novo álbum da cantora Jozyanne, Esperança.
O clipe da música ‘Se Eu Não Conseguir Falar’ retrata fielmente a história de cura vivida pela cantora nos últimos tempos. Já ‘Ao Som do Teu Louvor’ foi gravada em um belo cenário na cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro, no alto de uma montanha. 
A direção dos trabalhos é assinada por Vlad Aguiar.
Confira:
Fonte: Assessoria